fbpx

FirstLab de AaZ

Diferença EDTA K3 e EDTA K2

A maioria dos tubos de coleta de sangue cont√©m um aditivo que acelera a coagula√ß√£o do sangue (ativador de co√°gulos) ou evita a coagula√ß√£o (anticoagulante). Isso preserva a amostra garantindo o processamento adequado para cada exame. Os tubos s√£o divididos pelas suas fun√ß√Ķes e aditivos atrav√©s de um c√≥digo de cores que facilitam a sua identifica√ß√£o.

EDTA

O √°cido etilenodiamino tetra-ac√©tico, ethylenediamine tetraacetic acid, (EDTA) √© o anticoagulante mais utilizado em tubos de coleta de sangue √† v√°cuo, seu uso √© registrado desde o in√≠cio da d√©cada de 50. Sua fun√ß√£o √© de inibir o processo de coagula√ß√£o atrav√©s da remo√ß√£o do c√°lcio do sangue por complexa√ß√£o. √Č recomendado para rotinas de hematologia por ser o melhor anticoagulante para a preserva√ß√£o da morfologia celular.

EDTA K3 e EDTA K2

Existem três formas diferentes de EDTA, o sal dissódico (Na2EDTA), dipotássico (K2EDTA) e tripotássico (K3EDTA). O Na2EDTA e K2EDTA são mais comuns na forma sólida, enquanto o K3EDTA é normalmente utilizado em solução 15%, ou 1,8 mg/mL. Por isso, o International Council for Standardization in Haematology (ICSH) designa o EDTA dipotássico como anticoagulante mais recomendável para a coleta de sangue.

Apesar de algumas controv√©rsias existirem sobre a influ√™ncia da concentra√ß√£o do K2EDTA e K3EDTA no hemograma em sangue normal, estudos comparativos mostram apenas pequenas discrep√Ęncias quando feitas em condi√ß√Ķes abaixo do ideal:

  • Volume corpuscular m√©dio (VCM) de gl√≥bulos vermelhos:
    Em concentra√ß√Ķes mais altas o K2EDTA aumenta ligeiramente o VCM.
  • Efeito no hemat√≥crito:
    Em concentra√ß√Ķes mais altas o K3EDTA influencia o volume de c√©lulas do sangue centrifugado.

No entanto, em condi√ß√Ķes ideais, ou seja, concentra√ß√£o apropriada de anticoagulante e realiza√ß√£o do exame entre 1 e 4 h ap√≥s a flebotomia, n√£o s√£o observadas diferen√ßas significativas entre K2EDTA e K3EDTA.

Tubos EDTA


Referência:

Goossens, W., et al. ‚ÄúK2- Or K3-EDTA: the Anticoagulant of Choice in Routine Haematology?‚ÄĚ Clinical & Laboratory Haematology, vol. 13, no. 3, 2008, pp. 291‚Äď295., doi:10.1111/j.1365-2257.1991.tb00284.x.